Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Não percebo nada de carros!

por Teresa, em 29.11.14

image.jpg

Acho-o que ter um carro é uma das coisas mais úteis da vida. Contribui para a nossa independência e autonomia.

Se me quero deslocar para ali ou para acoli, não preciso de pedir a alguém que me leve, porque basta pegar no meu carro e lá vou eu !

Alturas há em que a família não consegue ir toda ao mesmo tempo e aí sabe-me muito bem dizer: " eu depois vou lá ter, mais tarde,no meu carro"

Acontece que o facto de adorar ter carro não tem nenhuma relação directa com perceber alguma coisa de carros! É que não entendo mesmo nadinha do que está por dentro da máquina e que, por acaso, a faz mover.

. E não, não é por ser mulher que não compreendo essas matérias! É mesmo porque detesto e não tenho a mínima curiosidade por essas coisas.

É por isso que, em criança, ficava muito intrigada quando via certos vizinhos com o capot do carro aberto, e eles completamente mergulhados dentro do motor do dito cujo, a olhar....a olhar....a olhar...

Estariam a ver o quê??!!!!! Mas aquelas peças do motor dos carros não são afinal todas iguais?!! O que haveria ali de tão interessante que os fazia ali estar, muitas das vezes, um dia inteiro???!!!!

Vem isto a propósito de situações em que o meu querido carro avaria e eu fico sem saber o que lhe aconteceu e porquê.

As avarias revestem-se sempre de uma complexidade incrível!

Ainda a semana passada quase me deu um fanico quando, no regresso a casa, e com um tempo pavoroso lá fora, sua excelência, o meu carro resolveu ter uma avaria no ar condicionado e desatou a fazer uma barulheira enorme !

A mim só me passou pela cabeça que aquilo ía explodir tudo comigo lá dentro! (devo a andar a ver televisão a mais).

Graças a Deus ainda o consegui levar até à minha oficina habitual . Disseram que iam ver o que se passava.Que na manhã seguinte ligariam a dar o orçamento, mas que não deveria ser nada de mais.

Era então uma avaria no ar condicionado ( referiram uns nomes que não percebi) e, a seguir, apresentaram a " dolorosa", que a mim me dá sempre imensos suores frios!

Aliás os diálogos que tenho tido com mecânicos ou electricistas que mexem no carro parecem- me que se podem encaixar num filme de ficção científica em que eu sou o E.T.

Passo a dar um exemplo:

-pois minha senhora aqui o que se partiu foi a Poli

-???!!! A poli ...compreendo! (não faço a mínima ideia mas deve ser algo importante- penso)

-E foi a poli que deu cabo do "bjmloupjhg"

-?!!!!! Estou a ver !

-E se não tiver cautela pode o carro precisar de um outro "gb#%"

-???!!!!!! Mas só para a próxima! Ok vou ter cuidado!

Mas cuidado com quê , se não percebi patavina do que me disseram ?! Talvez tenha sido por isso que desta vez, trouxe o meu carro para casa perfeitamente arranjado do ar condicionado mas... sem bateria!

Uma avaria no ar condicionado,uma bateria que foi à vida ( e ainda não tinha 2anos), uns diálogos incompreensíveis no meio da história, e uma conta a pagar numa altura em que deveria estar a comprar presentes de Natal....

Não há maminka que resista !

publicado às 18:19

Recordações de infância

por Teresa, em 27.11.14

image.jpg

E a destruição do meu imaginário continua !

Hoje morreu o Eng Sousa Veloso .

Enquanto crescia habituei-me a vê-lo como um lá de casa , através do inesquecível programa da TV Rural!

Não... não me interessava nada a agricultura, mas gostava de o ouvir a ele, assim em ruído de fundo, só porque ele era simpático e sorria para quem estava do lado de cá do televisor a preto e branco ...e eu achava sempre que era para mim.!

Obrigada por me trazer a lembrança de uma infância feliz!

publicado às 22:12

Como lidar com as birras de uma forma Zen!

por Teresa, em 26.11.14

image.jpg

Ontem, depois de um jantar com a família e quando nos preparávamos para beber calmamente o nosso cafezinho, começou a ouvir-se uma criança que, no quarto ao lado, chorava, berrava, esperneava e soluçava sem parar!

Era, nem mais nem menos do que a fofinha da minha sobrinha, de três anos, de quem eu já falei aqui, e que, como qualquer criança, tem as suas birras de vez em quando.

Ontem quando parecia mesmo que alguém a estava a espancar, ou que tinha acabado de saber que o Sócrates foi preso, conseguimos perceber que o que ela queria afinal era apenas dormir com os sapatos calçados.

Explicando melhor: já estava com o pijama vestido e toda pronta para ir para a cama mas entendia, com toda a convicção , que os sapatos faziam parte da indumentária para dormir.

Claro que quando a mãe os tentou tirar....caiu o Carmo e a Trindade!

Na verdade quando entrei no quarto deparei com uma mãe praticamente à beira de um ataque de nervos e uma criança a deitar a casa abaixo!

Lembrei-me de uma manobra de distracção que, com esta minha sobrinha, resulta quase sempre!

Levei-a até à janela, já sem sapatos e consegui desviar-lhe a atenção para um apartamento no prédio em frente, que tinha ainda a luz acesa :

- Olha ali .... Não vês um gatinho naquela casinha?

O choro parou, os soluços diminuíram e senti que começou a acalmar ao mesmo tempo que tentava ver o tal gato de que eu falava.

- Não vês?! A tia está a vê-lo! Está até com a patinha no ar, a dizer adeus.

Inclinou-se e tentou ver algo que não existia.

-Então vês ?-insistia eu

-"xim"!- respondeu ela com firmeza.

-Sabes como se chama?- continuei eu para a manter interessada no gato e esquecer os sapatos.

- Não ...

-É o Bolinhas (inventei eu ao lembrar-me que o gato do "Ruca" , desenhos animados que ela adora , se chama "Riscas")

-Ah! Mas já não tá lá...fugiu.

- Já não está? Se calhar a mãe dele chamou-o para se deitar- expliquei eu

-"Xim!"

A esta hora todos os meninos e todos os gatinhos já foram para a cama,não vês que já é noite?

- "Xim.., não "tá xol (sol)- confirmou ela.

Instantes depois a minha sobrinha adormecia ao colo, já sem se lembrar dos sapatos e, certamente a sonhar com o "Bolinhas" , o novo amigo que acabara de fazer nessa noite!

publicado às 22:32

"Cadê" a magia de Natal?

por Teresa, em 22.11.14

image.jpg

Ai estou tão confusa!!!!!

Vamos lá a ver se consigo processar toda a informação que, de há um tempo para cá , tem entrado na minha cabeça.

Uma pessoa já tem problemas pessoais que cheguem mas, mesmo assim, todos os dias é surpreendida com notícias que, por muito que não se queira, mexem mesmo connosco.

Ele são mortes de figuras públicas que acontecem umas atrás das outras, ele são detenções de altas patentes do nosso governo, corrupção e fraude ao fisco aqui e no estrangeiro,ele é o colapso de grandes grupos financeiros, ele são maridos que matam ex mulheres por ciúmes, casos de espancamento, violação e roubo de velhinhos, ele é greve de enfermeiros, de funcionários públicos, ele é escolas a continuarem sem professores e alunos sem aulas, ele é tribunais em contentores e processos fora do " citius", ele é o aparecimento de um dos maiores surtos de legionella de sempre e o medo que se instala....

Estarei a sonhar? Estarei noutro país? Estarei a ouvir e a ver bem? Estarei a arder em febre?

Eu adoro a época natalícia e vibro com a compra dos presentes (o que vou dar este ano e a quem), com a ideia de juntar a família em minha casa, com o imaginar o que vou fazer para animar a criançada e fazer com que os mais pequeninos continuem a acreditar no Pai Natal....mas este ano ainda não tive sequer paz de espírito para pensar no Natal!

Como é possível?! Nem pareço eu!

Posso até confessar que, todos os anos, a partir de meados de Novembro só ouço música natalícia no carro. No ano passado, por exemplo, passei a vida a ouvir uma coletânea do Rod Stewart e a cantar aos altos berros na ida para o trabalho e regresso a casa...assim como se fosse uma verdadeira adolescente...

Mas este ano ... ainda não senti a magia do Natal! Sinto-me mais frágil e sensível e tudo mexe comigo!

Morreu o Anthimio de Azevedo ...lá se destruiu parte do meu imaginário!

Morreu a Duquesa de Alba! Pena! Eu até simpatizava com ela .Era arrojada! Quem, como ela se vai atrever aos 87 anos a usar bikini na praia e pulseirinha no tornozelo?

A Isabel Pantoja ( de quem eu não gosto particularmente mas que conhecia da Hola) foi presa. Parece que cantava e, ao mesmo tempo, fugia ao Fisco!

O ministro Miguel Macedo demitiu-se mas afinal, era sério, ou era só amigo dos pouco sérios?!

Altos dirigentes do nosso país são detidos por crimes de corrupção e branqueamento de capitais, apesar de estarem em pleno exercício das suas funções. Isto é algo inédito em Portugal!

E por último o ex primeiro ministro é detido em pleno aeroporto de Lisboa, também por crime de corrupção, o que é um acto histórico na justiça em Portugal!

Ninguém escapa! A Justiça está a funcionar como nunca!

Mas tudo isto não nos pode deixar indiferentes! É muito triste não podermos confiar em quem nos governa ou governou!

E eu que sempre pus as mãos no fogo por este País à beira mar plantado...que tanto adoro!

Acredito que a única coisa que ainda nos pode salvar é um milagre de Natal!

publicado às 23:07

Obrigada Carlos do Carmo !

por Teresa, em 19.11.14

Lembro-me bem do arrepio na espinha que senti quando o Carlos do Carmo cantou esta música pela primeira vez! Torci imenso para que ficasse em primeiro lugar . Não venceu o festival mas ganhou para sempre um cantinho no meu coração!

Obrigada Carlos do Carmo!

publicado às 22:07

Quando o boletim metereológico era a preto e branco

por Teresa, em 17.11.14

image.jpg

Neste momento posso dizer que estou a passar por uma fase de muita trovoada, céu cinzento, aguaceiros fortes!!!!

Passei por aqui para dizer que sinto muito a morte deste senhor que faz parte do meu imaginário!

É do tempo em que a televisão era a preto e branco ...de um tempo que também era o meu!

Acho que ainda hoje quando ouço ou vejo o tempo que vamos ter, através do computador , portátil,ou rádio, a primeira imagem que me vem à cabeça é a do quadro preto, rabiscado a giz com as altas e baixas pressões e a voz deste nosso amigo que nos entrava todas as noites casa adentro, sem precisar nunca de pedir licença!

publicado às 19:14

As preocupações da vida !

por Teresa, em 10.11.14

image.jpg

Uma coisa que se aprende quando se é mais velho é que, por muito que queiramos,nunca mais voltamos a levar a vida com a despreocupação e a leveza de quando se é jovem.

E o mais terrível de tudo é que, nesta altura do campeonato, não podemos choramingar ou mostrar a nossa fragilidade, perante os problemas que a vida nos vai colocando. Não! Nada disso!

Bons tempos aqueles em que tínhamos os mimos dos avós e dos pais que estavam sempre lá para nos ampararem na queda!

Mas agora os adultos somos nós! E se nós nos pusermos a chorar... Chora tudo minha gente...e a coisa ficaria muito negra!

Tive recentemente uma experiência dessas ( graças a Deus já a ser ultrapassada)... e ...apesar da preocupação que estava a sentir no momento tive de brincar com a situação .

-Mas eu não quero ser operada! - diziam-me pela milésima vez.

- Tem de ser, porque aqui não há opção!- repetia eu, também pela milésima vez!

Lembrei-me de contar uma história que o Herman José costuma contar publicamente sobre o dia em que nasceu. A mãe foi para a maternidade e às tantas, com aquelas dores tão fortes, começou a dizer em voz estridente:

-" Ai agora já não me apetece ! Quero me ir embora para casa já!"( como eu a compreendo!)

Na verdade há coisas que têm de ser e o que tem de ser tem muita força!

A minha própria mãe, há 10 anos atrás, teve de ser levada à má fila ao hospital porque tinha uma angina de peito que lhe estava a causar dores terríveis mas que por, ter pavor de hospitais, médicos e doenças, andava a esconder da família o que se estava realmente a passar com ela.

Claro que o veredicto foi internamento imediato, seguido de operação urgente porque tinha as artérias coronárias todas entupidas.

- Eu??? Internada??!!!!- dizia a minha mãe- nem pensar! Vou já para minha casa! Concerteza que um simples comprimido bastava para resolver a situação, sem necessidade de internamentos, ou coisas do género - refilava ela.

Era daqueles casos em que a opção só podia ser uma: ou era operada ou era operada. Sem isso morreria !

Foram precisas três horas e muitas explicações para a convencer a ficar e quando se apercebeu que não tinha alternativa possível ficou zangada com quem a tinha levado ao hospital: o meu pai, uma das minhas irmãs e o santo do genro, meu marido, que ainda hoje, cada vez que conta a história, diz que nunca viu uma cena daquelas na vida dele.

E quem disse que a vida era simples?!

publicado às 20:15

Um mundo melhor

por Teresa, em 06.11.14

Hoje deu-me para isto.

Apeteceu-me voltar a ouvir esta música que surgiu com toda a força nos anos 80 e que todos os da minha geração conhecem de olhos fechados: "we are the world"

Como é possível esquecer a voz romântica do Lionel Ritchie,o timbre especial da Cindy Lauper, o charme da Kim Carnes, a voz única da Tina Turner, o toque inconfundível do Michael Jackson??!!!!

E o que a mim me arrepiava a voz rouca do Bruce Springsteen!!!!!

Era uma música que transmitia força, energia , alegria e fazia pensarmos que sim ....que a solidariedade existia mesmo e, que todos juntos, podíamos fazer um mundo melhor!

Tags:

publicado às 23:46

Pequenas irritações

por Teresa, em 01.11.14

image.jpg

À ida no avião para Praga li, na revista "Activa", um artigo a que achei piada sobre as coisas que mais nervoso miudinho nos fazem apesar de delas não depender a nossa vida.

Aqui vão aquelas que a mim mais me irritam:

1. Estar numa fila de supermercado que começou por ser grande mas que, apesar de tudo lá vai andando até que, quase...quase ...a chegar à caixa, pára!

Motivo: um produto sem preço marcado!

Segue-se a chamada de ajuda ao microfone: "Fernanda à caixa 3"..."Fernanda à caixa 3".

Era expectável que essa tal Fernanda viesse a correr para não nos deixar ali especados muito tempo. Mas não....a dita Fernanda vem, numa calma que nos irrita a todos!

Até eu que, até ali não estava com pressa de espécie nenhuma, começo a ficar com um nervoso miúdinho, só de ver as pessoas nas filas ao lado e, que chegaram muito depois de mim, a despacharem-se primeiro!

Não sei se é imaginação minha mas até chego a ver um certo sorriso de troça nas suas caras!

2. Quando numa fila de trânsito, alguém nos ultrapassa a todos pela faixa do Bus, a nossa reacção é logo vocifrar: "Grande palerma, atrasado mental, estás armado em "Chico esperto"é???" E se tiver?! É um problema dele.Porque nos causará tantos nervos assim????

3.Quando já quase ao fim do dia estamos a sair da praia, e começamos a ver que a fila de carros a chegarem é enorme!

-Mas para onde é que estes vão? Ainda vêm fazer praia? A esta hora?! Mas que ridículo!

E o que temos nós com isso? Para quê tal enervamento ? A praia por acaso é nossa? Que invejosos somos às vezes!

4.Quando estamos a ver um jogo de futebol ou um concurso qualquer e começamos a torcer para que a nossa equipa favorita ganhe.

Gritamos, choramos, chamamos nomes e até há quem tenha ataques cardíacos.

Mas os prémios e o dinheiro vão para a equipa vencedora não para nós. A nossa vida fica na mesma!

5. Quando gosto de uma roupa qualquer, imagine-se um vestido, ando a namorá-lo primeiro e só depois, passados, uns dias o compro!

Sabem o que me irrita? É entrar na loja, toda feita para o comprar e ter este diálogo com a empregada:-No outro dia vi aqui um vestido preto e queria experimentá-lo

-Ah muito bem.Era aquele com uma gola grande?

-Sim!

-Com uns botões à frente?

- Sim, sim!

- É de malha, não é?

- Sim, exactamente esse- digo eu no rubro do meu entusiasmo.

-Ah....pois é ....esse acabei de vender...acho que foi hoje de manhã!

É depois de ouvir isso que só me apetece mesmo é bater na empregada, que coitada não tem culpa nenhuma.

6.Sou uma pessoa de rotinas. Há anos que, aos fim de semana, vou com o meu marido,ao mesmo sítio, tomar café e ler os jornais.

E nesse sítio mantemos sempre a mesma mesa e, nessa mesa, os mesmos lugares.

A irritação verifica-se quando chegamos lá e vimos que nos " roubaram" a mesa! A nossa mesa! Isso é um crime gravíssimo! Como se atrevem a sentarem-se ali?!!!!!

Até os empregados que tão bem nos conhecem vêem o fumo a sair da nossa cabeça! Eis aqui algumas coisas que tiram mesmo a maminka do sério!

publicado às 10:39


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Comentários recentes

  • Teresa

    Fico contente quando as pessoas gostam do que escr...

  • fashion

    Gostei muito, Parabéns!

  • Chic'Ana

    A taça é nossa!!! =)

  • Teresa

    É mesmo ! eu adoro a ingenuidade destas idades!

  • Chic'Ana

    Tão gira!!! =)


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D


Mensagens