Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Como gostamos de complicar!

por Teresa, em 10.04.15

image.jpg

Hoje,enquanto esperava para lavar a cabeça, estive a apreciar a minha "companheira de cabeleireiro" que estava sentada na cadeira ao meu lado.

 

 Teria uns 60 anos, parecia  ser determinada e saber bem o que queria...

 

Afinal, engano meu: era até  bastante confusa , do género sim...mas talvez não....

 

Começou então por dizer:

- Queria cortar e pintar o meu cabelo, que está numa fase terrível !

 

- Não diga isso D. Luisinha. Quem dera a muita gente ter esse seu cabelo tão volumoso- disse simpaticamente a empregada.

 

- Pois...pois...mas eu é que estou farta dele! E desta vez vou mesmo "à tesoura"

 

- E como o deseja cortar?

 

- Olhe quero igual ao daquela apresentadora...a Clara de Sousa.

 

-Ah já sei ! Aquela que costuma entrevistar o Professor Marcelo Rebelo de Sousa, ao domingo!

 

- Não ...não ! Essa é a Judite de Sousa! A Clara fez um programa de música.

 

-Não estou a ver quem seja, mas trago aqui umas revistas de cortes para me dizer exactamente qual o que mais lhe agrada.

 

A mulher pegou nas ditas revistas e folheou, atentamente, uma a uma.

 

Nada a entusiasmou.

- Não gosto de nenhum destes modelos-disse. Queria mesmo era o corte da Clara de Sousa!.

 

-Mas se eu nem sei quem é essa tal Judite de Sousa , como poderei saber o corte de cabelo  que ela tem?!-disse a cabeleireira.Vamos lá passar à pintura, que côr vamos fazer?

 

Indecisa de novo, a D. Luisinha pegou, outra vez nas revistas e consultou-as pela milésima vez.

 

Depois de muito folhear, acabou por dizer:

 

- Olhe , quanto à cor gostava desta(e indicou a página da direita de uma revista) , mas num tom mais parecido com o da rapariga da outra página

 

-Mas isso não pode ser D. Luisinha, porque a rapariga da direita é loira e a outra é ruiva.A senhora afinal qual das cores prefere?

 

Indecisa, encolheu os ombros e disse com ar amuado:

 

-Se não pode ser assim...já não quero pintar hoje!.

 

E assim foi: tal como entrou...assim saiu...complicada até ao fim!

publicado às 21:26


6 comentários

De A rapariga do autocarro a 11.04.2015 às 09:32

Bem, uma vez apanhei uma "suposta actriz" no cabeleireiro, bem, chegou a uma altura que se eu fosse a cabeleireira teria mandado a mulher para a rua com um pontapé.
Reclamava da música ambiente, trocou-se a música, reclamou do volume, baixou-se o volume, depois era a cabeleireira que não sabia pentear, depois era o cabelo que estava curto ( mas a mulher só tinha ido lavar!)

De Teresa a 11.04.2015 às 21:35

Há pessoas impossíveis !

De Just_Smile a 11.04.2015 às 16:40

Cá eu sou o mais básica possível :P

De M* a 11.04.2015 às 21:48

senhora complicada :)

De Ana a 13.04.2015 às 11:20

muito bom. É preciso paciência para se ser cabeleireira.

De Teresa a 13.04.2015 às 12:13

Não tenho dúvida ! Pois se até as outras clientes estavam com os nervos em franja , fará a desgraçada da cabeleireira!.
Obrigada !

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Comentários recentes

  • Teresa

    Fico contente quando as pessoas gostam do que escr...

  • fashion

    Gostei muito, Parabéns!

  • Chic'Ana

    A taça é nossa!!! =)

  • Teresa

    É mesmo ! eu adoro a ingenuidade destas idades!

  • Chic'Ana

    Tão gira!!! =)


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D


Mensagens