Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O que se sente quando nos dizem: " vou emigrar!"

por Teresa, em 24.03.14


Pais
Sentem como que um murro no estômago , misturado com um vazio na cabeça, seguido de uma espécie de surdez momentânea : o quê? Ir fazer a faculdade lá fora? ???? E nós e o resto da família ??? 6 anos longe... Fora de Portugal...Já pensaste?????? ( claro que já tinha pensado... nós é que não!);

Avós
Mais liberais do que os próprios pais acham importante proporcionar essa liberdade à neta ,porque sempre a consideraram uma pessoa com uma cabeça organizada, uma personalidade estruturada , que sabe bem o que quer e que assume as consequências das suas próprias escolhas .

Tias maternas
Como é possível deixar-se a família????E o país?!!! A elas, nunca lhes tinha passado tal ideia pela cabeça! Nunca teriam ousado tal coisa! Mas a sobrinha era capaz!!!!!
Admiram a sua coragem, o seu espírito aventureiro e sentem orgulho nela! Mas, rezam baixinho e, com bastante devoção, para que nenhum dos filhos venha a ter uma ideia do género!

Tias paternas
Neste caso, a sobrinha é para elas quase que uma filha e, por isso, também não deixaram de sentir o tecto desabar-lhes em cima da cabeça com a decisão tomada! Mas são realistas, práticas e perceberam que talvez este fosse o caminho mais acertado para ela !

Primas mais velhas
" Que máximo! A minha prima é tão "cool"! Deus queira que um dia também consiga fazer o mesmo! "

Primos mais novos
O quê? A prima vai embora? Já não vai estar cá nos nossos anos, no Natal? Vai para muito longe? Quando volta?

Afilhado (na altura com 5 anos )
"Como a madrinha vai ser a minha médica, preciso de saber uma coisa: sou eu que tenho que ir de avião mostrar a minha doença à madrinha, ou é ela que vem ver o que eu tenho? "

Melhores Amigas
Choraram imenso e só diziam:" nada vai ser igual contigo longe! As saídas à noite vão ser bem menos divertidas sem ti !"

Entretanto já passou um ano e meio e a Maria tem vindo cá imensas vezes para matar as muitas saudades que temos dela e ela, nossas, incluindo os Natais e alguns aniversários !

Se é fácil? Claro que não!

Mas o tempo ajuda a que, a pouco e pouco, nos vamos adaptando à nova realidade!

publicado às 21:12


2 comentários

De Sofia Mello e Faro a 24.03.2014 às 22:22

Gostei muito de ler! Qualquer coisa que aconteça com os nossos filhos para nós pais é sempre mais intenso e dramático. Mas saber deixá-los voar é o nosso grande desafio e esse vocês estão a superá-lo muito bem! Força!

De Anónimo a 25.03.2014 às 13:25

Adorei este post!!!
O maior desafio...é mesmo sermos pais!!!!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Comentários recentes

  • Teresa

    Fico contente quando as pessoas gostam do que escr...

  • fashion

    Gostei muito, Parabéns!

  • Chic'Ana

    A taça é nossa!!! =)

  • Teresa

    É mesmo ! eu adoro a ingenuidade destas idades!

  • Chic'Ana

    Tão gira!!! =)


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D


Mensagens