Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Tempo de férias!

por Teresa, em 17.08.16

Estar de férias é a melhor coisa do mundo!

 

Todos os anos, desde criança, faço a contagem decrescente para o início das ditas!

 

O cansaço acumulado é tanto que, nos últimos dias de trabalho, me limito a arrastar o corpo, de casa para o emprego e vice versa!

 

Quando finalmente o meu cérebro regista que estou,finalmente, de férias, sinto que me sai um enorme peso de cima de mim.

 

Nos primeiros dias fico em modo " zombie": vagueio por toda a casa, não me apetece pensar, nem fazer o que quer que seja... limito-me a olhar para o vazio e a ouvir o silêncio !

Segue-se o ritual de todos os anos: arranco o relógio do pulso, e durante aquele período , não quero saber do tempo... Eu sei que inevitavelmente ele continua a passar.... e nada o fará parar , mas durante as férias não preciso de saber a quantas ando , nem se estou atrasada, ou adiantada, para o que quer que seja .

 

Nos dias que se seguem a esse modo zombie começo a preparar-me para a festa ! É tempo de quebrar com a rotina, agarrar nas minhas preciosidades ( família, cadela, livros, iPhone e uma ou outra roupinha de praia) e zarpar para outras paragens !

Há um destino que é obrigatório  repetir em cada ano da nossa vida : o Algarve!

 

o Algarve é fabuloso ( que o digam os estrangeiros que lhes chamam "um figo"!)

Eu adoro as praias fantásticas de água quentinha, a hospitalidade, a comida , os bares e restaurantes maravilha, as noites...

 

Na infância e adolescência a minha zona preferida era a de Albufeira e Vilamoura, porque estava na idade de adorar a confusão.

 

Agora, bem mais velha, prefiro sítios mais calmos.

 

Este ano o destino foi,mais uma vez, Tavira. Deixo -vos o vídeo que coloquei no YouTube.

 

Se gostarem façam like e partilhem.

 

A maminka deseja a todos umas óptimas férias, no Algarve,é claro!

publicado às 23:42

O bronzeado: ontem e hoje!

por Teresa, em 25.08.15

image.jpg

ANOS 70 e 80

Quando era jovem,num tempo que era o meu, o estar bronzeada era a melhor coisa do mundo!

 

Sentíamos-nos giríssimas, tipo "Rainhas da festa"e tínhamos imensa saída!

 

O bronze dáva-nos um ar giro e super saudável! E os outros também nos achavam assim! E, só por isso, já éramos felizes!

 

O intuito era, passarmos um dia inteirinho na praia e esturricarmos, literalmente, ao sol!

 

Tínhamos pressa de alcançar o bronzeado perfeito!

 

Para isso valia tudo!

 

Protector solar ?! O que era isso?

 

Lembro-me apenas de um boião com creme de cenoura , assim tipo alaranjado. Era um creme que "fritava" até mais não!

image.jpg

Protecção zero!

 

Havia até quem usasse coca-cola para acelerar o processo de bronzeamento!

 

Bronzeados, inconscientes mas...muito felizes!

 

 

Anos 90 e seguintes

 

Começámos todos a ganhar alguma consciência sobre os perigos do sol, do buraco na camada de ozono.

 

O sol em excesso pode causar muitos danos à saúde!

 

De nosso maior amigo, o sol passou a poder ser também nosso inimigo.

 

Aí ...quando o medo se começou a apoderar de nós, começamos a usar protectores solares, ou melhor dizendo, a fingir que usávamos .

 

Mas com factores pouco elevados!

 

Chegámos a fazer assim: Primeiro púnhamos o tal creme de cenoura. Quando víamos que estávamos a ficar muito escaldados, dava-nos o peso na consciência, e passávamos para um creme com uma protecção mais elevada, tipo factor 6 .

 

Púnhamos aquilo por cima, para emendar a borrada que tínhamos feito inicialmente.

 

É claro que o escaldão já ninguém nos tiráva!

 

ACTUALDADE

 

Não batam mais no ceguinho. Já percebemos tudo: O Sol é bom, mas quando apanhado com moderação.

 

Aliás, como tudo na vida!

 

Agora já somos politicamente correctas: Apanhamos menos sol, colocamos cremes de protecção mais elevada: Começamos com um de factor 20 nos primeiros 3 dias, depois passamos para o factor 10 e nos últimos dois dias de férias colocamos o factor ... 4 . E se ainda houvesse terminava feliz com o meu adorado creme de cenoura!

publicado às 18:27

Verão é isto

por Teresa, em 24.08.14
No verão arranja-se tempo para tudo...os dias são compridos e a disposição, em geral, está em alta. Sabe tão bem: Uns mergulhos na piscina
Baloiçar num fim de tarde
Acabar um livro e passar ao seguinte, como um viciado que fuma um cigarro atrás do outro

O pôr do sol na praia Ver como são lindas as cores das flores e dos pássaros

Ter a família e os amigos por perto e dar graças por estes dias de felicidade

Ter tempo e ser feliz é tudo o que se quer em cada um dos verões das nossas vidas!

publicado às 13:31

Adoro praia!

por Teresa, em 22.07.14



Quando me pedem para pensar numa coisa boa, que me traga uma sensação de felicidade, eu penso... na praia!

Lembro-me até que, no dia em que a Maria nasceu, foi exactamente isso que aconteceu!
Para tentar fugir àquelas dores de parto infernais, que iam e vinham, de uma forma tão intensa que quase nem davam para respirar,tentei desviar o pensamento para um dia bem passado na praia.
Fiz, então,um esforço enorme para tentar visualizar o azul do mar, o branco da areia e até sentir o quentinho do sol!

Tudo em vão! Nem o pensamento de um dia na praia conseguiu diminuir as dores do parto! Ainda hoje ao fim de 20 anos as tenho na memória ! A coisa estava tão preta... tão preta...que quando me perguntaram se era filha de um antigo director de serviço da maternidade onde estava a dar à luz, só consegui resmungar : "Não sou filha , sou GENRA!!!!"

Apesar deste acto falhado, só posso reafirmar que adoro praia!

Quando estudava no secundário e, depois mesmo na Faculdade, o único motivo válido para me fazer faltar a alguma aula ( eu pertencia ao género de aluna que não faltava nunca! ) era sem dúvida desafiarem-me para ir até à praia. E quem me conhece bem sabe que, nos primeiros meses de cada ano, mal surgisse o primeiro raio de sol, corria para a praia e o primeiro bronze era meu!

Ainda hoje, ao longo de um ano inteiro de trabalho só penso numa coisa: praia!

Chega mesmo a virar obsessão!

Gosto tanto, tanto, do sol, do mar, do calor, dos fins de tarde na praia que, quando estou no Inverno só rezo para que chegue depressa o Verão e ... quando o Verão chega ... agarro-o e não quero que se vá embora nunca mais!

As férias na praia fazem-nos mesmo esquecer a pressão do trabalho e as rotinas do ano inteiro!

E a sorte mesmo é ter um marido e uma filha que gostam tanto de praia quanto eu!

Não há melhor sensação do que aquela que se tem quando, depois de um mergulho no mar, nos deixamos abandonar na areia, com o sol a aquecer-nos o corpo, o barulho das ondas ao morrerem na praia e o pensamento a milhas de distância dali....muitas vezes numa volta sem regresso aos dias fantásticos da nossa infância e adolescência!

Como dizia a canção: "dias de Verão a mão na mão e a ilusão ...de que estes dias não irão nunca acabar!"

Tags:

publicado às 18:55


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados


Comentários recentes

  • Teresa

    Fico contente quando as pessoas gostam do que escr...

  • fashion

    Gostei muito, Parabéns!

  • Chic'Ana

    A taça é nossa!!! =)

  • Teresa

    É mesmo ! eu adoro a ingenuidade destas idades!

  • Chic'Ana

    Tão gira!!! =)


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D


Mensagens