Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Até a "Anita"teve de emigrar!

por Teresa, em 04.04.14

Sempre tive uma empatia muito grande com a " Anita"!
Quem,como eu,cresceu com os livros da " Anita" sabe bem do que eu falo.

Não me lembro qual foi exactamente o primeiro livro que tive na vida . Mas se me perguntarem qual o primeiro de que tenho memória , diria : " Anita,dona de casa" .

Foi-me oferecido pela minha madrinha e eu adorava folheá-lo detrás para a frente!

Gostava tanto daquele livro que acho que criei uma falsa esperança na minha maminka de que, provavelmente, viria a ser uma dona de casa perfeita. Mas....não! Longe disso! Provocou até um efeito adverso em mim...mas isso agora não interessa nada!

Quem me fascinava muito era a própria Anita, que sorria a tempo inteiro, fazia muitas coisas e ajudava quem mais precisasse. Adorava também o cão que ela tinha: o Pantufa!

E foi com esse mesmo entusiasmo que fui lendo todos os livros da colecção : "Anita e as 4 estações ( que hoje em dia já está out porque só temos mesmo duas estações: verão e inverno) "Anita na escola","Anita no supermercado", "Anita mamã"em que ela ajudava a tratar dos irmãos .... Enfim...Anita em todo o lado....

É fantástico como nem precisei de ir à net procurar ou confirmar os títulos dos livros: sei-os todos de cor!

Hoje já não sou mais aquela criança que devorava as histórias da "Anita" mas trago-a à pedra porque no outro dia vi no facebook que a foram desenterrar, e inventaram um título adequado aos dias de hoje! E eis que surgiu "Anita procura emprego no estrangeiro!"

Fiquei,então,duplamente emocionada: recordei aquela imagem da Anita alegre,bem disposta e sempre jovem( velha estou eu!) e, lembrei-me, que tal como os nossos filhos, também "a Anita" não conseguiu escapar à crise e precisou de emigrar!

Nostalgia de mais para uma maminka!!!!!

publicado às 17:31


5 comentários

De Inês Direitinho a 04.04.2014 às 22:41

Muito giro este post e adequado à nossa realidade hoje em dia! Também eu já fui emigrante , estive fora por razões de trabalho, as minhas filhas cresceram fora de Portugal, e ainda estudam fora de Portugal, ainda vão trabalhar fora de Portugal, ainda vão namorar, casar, ter filhos fora do nosso país...Eu voltei! Foi bom estar fora mas voltei para os braços da minha maminka, dos meus amigos, mas sobretudo para os braços do meu amor...! As minhas filhotas escolheram ficar mas sabem que a maminka está sempre aqui ou lá para o que der e vier. Obrigada T por partilhar estes momentos de saudade . Um beijo para todas as maminkas que corajosamente deixaram \"voar\" os filhotes para fora do ninho. Coragem também para eles ❤️

De Teresa a 04.04.2014 às 23:13

Obrigada!
Já somos muitas as maminkas que aceitaram o desafio e deixaram os filhos voar! E tenho a certeza que não nos vamos arrepender!
Parabéns pela força e coragem! Bjs

De Anónimo a 05.04.2014 às 16:35

Ao ler este post leva nos a pensar que uma boa dose de coragem , uma boa dose de confiança e uma boa dose do sorriso da Anita... Temos a receita ideal para ter maminhas felizes !!! Mais um grande post!!

De ana luisa a 10.04.2014 às 01:27

A Anita era um bocadinho perversa nao era?...

De Anónimo a 10.04.2014 às 21:20

A autora do blogue acha-se velha... mas pelos textos que escreve ninguem diria uma coisa dessas...

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Comentários recentes

  • Teresa

    Fico contente quando as pessoas gostam do que escr...

  • fashion

    Gostei muito, Parabéns!

  • Chic'Ana

    A taça é nossa!!! =)

  • Teresa

    É mesmo ! eu adoro a ingenuidade destas idades!

  • Chic'Ana

    Tão gira!!! =)


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D


Mensagens