Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Mais um bom livro!

por Teresa, em 27.02.15

image.jpg

Finalmente depois de uma gripe terrivel que me impediu de ir trabalhar ( coisa que nunca me tinha acontecido antes) consigo arranjar algum ânimo para vir ao meu cantinho da blogosfera.

Sei que não escrevo há algum tempo e, apesar de não ter muitos leitores,gosto de o fazer com alguma regularidade.

 

Hoje vim partilhar convosco o último livro que me fez companhia durante a minha semana de férias na praia e me pareceu uma optima aposta.

Trata-se do último livro do Miguel Sousa Tavares : "Não se encontra o que se procura".

 

Adoro este autor e li praticamente toda a obra dele, exceptuando um livro para adolescentes e um outro com receitas de cozinha.Tudo o resto devorei porque gosto imenso da maneira como escreve.

 

Mergulhamos de tal forma nas suas descrições e emoções que, por momentos,duvidamos se também nós não estaremos ali, junto dele, a vivê-las e a senti-las.

 

Este é um livro sobre as  viagens que fez ao mundo mediterrâneo, os locais  lindos onde esteve,por onde passou e que o marcaram indiscutivelmente.

 

O autor consegue, através da sua escrita, transmitir-nos sensações únicas! É com uma tal emoção e arrebatamento  que Miguel Sousa Tavares (MST) nos descreve sítios como o  Brasil,o Alentejo, Itália, Croácia, e Sul de Portugal que nos faz querer partir imediatamente à descoberta dos mesmos. 

 

Não posso negar que fiquei com uma vontade louca de assistir ao pôr-do-sol numa pracinha  na Sicília, de ter um  pátio coberto de buganvílias como os que existem em muitas das casas do Mediterraneo e beber limoncello num café junto à Praça Garibaldi, " por onde uma multidão deslizava, sensual e sem pressa, como as próprias noites do Mediterrâneo".

 

Descobri que, tal como eu, também MST , tem pavor de andar de avião mas, tal como eu, não consegue resistir a mais uma viagem! 

 

No fundo, são as viagens que tornam interessantes e únicas as vidas de cada um de nós!..

 

image.jpg

publicado às 21:38

"Arroz de Palma"-sugestão da maminka

por Teresa, em 28.05.14


Acabei agora de ler um livro, de um autor brasileiro, Francisco Azevedo,que adorei, adorei, adorei! Chama-se "Arroz de Palma" e, está maravilhosamente bem escrito.

É um romance que conta a história de uma família brasileira com sangue português,que emigra para o Brasil, ainda no século XX e ali se instala, de armas e bagagens, casa, tem filhos, netos e vive os altos e baixos de todas as famílias.

Na verdade, acompanhamo-la ao longo de um século.... que para nós, leitores, passa num abrir e fechar de olhos, devido a passagens tão deliciosas como estas, que se seguem;

..."colecciono alguns guardados preciosos que, quando eu morrer, serão jogados fora porque só fazem sentido para mim. A memória material deles começa e acaba em mim. Só a mim eles emocionam.Só eu lhes estimo o valor... Mas algo me diz que em qualquer casa...haverá sempre uma caixa ou gaveta onde se esconde aquele papel de bala, que foi desembrulhado no cinema ao lado de quem nos desperta paixão.Ou o desenho da família mal colorido por fora...ou a rolha do champanhe do ano novo especial....
Fico cismado : o que aconteceria se nos fosse possível somar todo o amor que há nessas inúmeras memórias guardadas em silêncio nos fundos das gavetas do mundo?"

Ou

"Papai interrompe a leitura , vai directo espalhar a novidade. Uma família simples como a nossa não tem muito que contar. São esses acontecimentos banais , que só se tornam únicos quando nos dizem respeito.Por isso, noticia assim, de repente, do filho que volta, é mais importante que o fato mais importante de toda a humanidade! E a gente começa a viver o abraço antes do abraço. A voz, o cheiro, o pegar, o colar o rosto e dar muitos beijos, muitos,muitos, muitos.que o filho foi feito mesmo para beijar. E em momento assim de reencontro, a gente aproveita e os sufoca de tanto carinho. Que em momento assim eles deixam e não se importam".

Ou ainda:

"Família é prato difícil de preparar. São muitos ingredientes. Reunir todos é um problema - principalmente no Natal e no Ano Novo.
Pouco importa a qualidade da panela, fazer uma família exige coragem, devoção e paciência. Não é para qualquer um.Os truques, os segredos, o imprevisível. Às vezes dá vontade de desistir.....
Família é prato que, quando acaba nunca mais se repete....."


Quando gosto de um livro, devoro-o, com sofreguidão, no início e depois, quando vejo que estou quase a chegar ao final, abrando o ritmo da leitura, saboreio vagarosamente cada página, para que aquela história, em que eu entrei quando o comecei a ler e, da qual já faço parte, demore muito tempo até chegar ao seu final.

É que, a dada altura, todos aquelas personagens que nos acompanham desde o início, passam a fazer parte da nossa vida e custa horrores ter de os deixar partir.... !

Recomendo vivamente a leitura deste livro, que é o máximo! 

Palavra de maminka!

publicado às 19:49


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Comentários recentes

  • Anónimo

    Também li os livros da Anita na minha infancia. Te...

  • Teresa

    Fico contente quando as pessoas gostam do que escr...

  • fashion

    Gostei muito, Parabéns!

  • Chic'Ana

    A taça é nossa!!! =)

  • Teresa

    É mesmo ! eu adoro a ingenuidade destas idades!


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D


Mensagens