Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Conselheira de moda por um dia!

por Teresa, em 14.07.15

 

foto perfeita.jpg

 

Sempre achei piada a um sketch do Herman José em que alguém se dirigia a ele, chamando-lhe "Sr Dr", e ele respondia, assim, com ar meio enfadado :

-"Não, hoje não me chame Doutor, porque me apetece mais ser arquitecto".

.

Hoje...sei tão bem o que isso é!!!

É um enjoo fazer o mesmo de sempre,durante dias, meses e anos! De repente dá-nos a vontade de sermos ou fazermos outra coisa, bem diferente!

 

 Tenho um cargo que me faz estar sempre afundada em papéis, sem ver resultados palpáveis daquilo que fiz... ainda que me mantenha com o empenho de sempre.

 

foto secretaria papeis.jpg

 

Contrariamente, se fosse arquitecta, tinha orgulho em ver uma casa construída por mim,  assim como, se fosse médica rejubilava cada vez que salvasse alguma vida, da mesma forma que um pintor, ou escritor vêem no quadro ou no livro o resultado final da sua concepção intelectual.

 

Por isso, hoje não me chamem "Dra" porque me apetece ser ... consultora de moda por um dia.

foto loja.jpg

 

 

Vamos falar de roupa de verão e tentar, com as minhas dicas (que não sou expert em moda mas que tenho aprendido ao longo dos anos), ficarmos o mais giraças possível!

 

É que tenho chegado à conclusão de que, ou se nasce com um dom especifico para a coisa, ou é muito difícil vestir bem!

 

A tarefa de encontrar peças que conjuguem, cores que não berrem umas com as outras, tecidos adequados à estação, juntar acessórios que fiquem à medida,  é das tarefas mais complexas ao cimo da terra.

 

No dia a dia, para não termos muito trabalho, vestimos quase sempre o que temos mais à mão (por muita roupa que tenhamos no armário) e depois, semana a semana, repetimos as toilettes.

 

Vamos, então, às 10 dicas da Maminka:

 

1. É preciso observar muito o que os outros vestem e tentar copiar algo que nos agrade especialmente

Tenho uma amiga que sempre que vê alguém com uma roupa gira lhe pergunta, descaradamente, onde comprou aquilo. E não descansa até comprar uma coisa igualzinha.

 

2. Moda não é usar o que todos usam , mas o que nos faz sentir bem e confortável connosco próprios

Para dar um exemplo, eu sei que ter um par de ténis, é essencial e  diz bem com uma série de coisas, até para cortar o chique de uma roupa mais ousada.Mas eu, por ter as pernas magritas ( estilo Olívia Palito), pareço sempre o Batatoon cada vez que tento usar uns ténis! Desisti, de vez! 

 

foto tenis.jpg

 

3. Para que os outros achem que estamos muito bem,independentemente da roupa que trazemos vestida, é fundamental mostrarmos um ar de" rainha da festa" !

Se não acharmos que estamos o máximo, ninguém mais vai achar! O ar confiante é o trunfo da jogada.

 

Uma vez,  quando cheguei a um jantar,  apercebi-me que o dito era muito menos formal do que aquilo que eu tinha pensado. Eram mais as convidadas que estavam num estilo descontraído, do que o contrário.

 

Aí o segredo é não desarmar nunca...O estilo do jantar era informal mas a mim apeteceu-me vestir com um pouco mais de glamour!

Começo a reparar, então, que há quem fique com pena de não ter ido mais arranjadinha.

 

vestido laranja para sair ousado.jpg

 

4.É fundamental, nestas coisas da moda, pôr sempre um ar feliz!

Numa festa vocês reparam primeiro numa rapariga, com um vestido banal, mas que está sempre com ar sorridente e bem disposto, ou numa outra,com ar infeliz (de quem só lhe falta dormir com os "peruzes") que está com um vestido Valentino, lindo de morrer?

 

De certeza que, mesmo que olhem para o vestido Valentino, vão fazê-lo uma única vez e depois afastam-se da pessoa negativa e infeliz que o está a usar. E, aposto, que vão querer conhecer a rapariga que tem o ar feliz e sorridente, do vestido banal.

Acreditem que,se estamos de "trombas" temos a toilette arruinada!

 

5.Outra dica da maminka é vestirmo-nos sempre de acordo com a nossa maneira de ser: tons neutros, feitios mais simples para pessoas discretas e cores mais vivas, feitios mais arrojados, para pessoas mais ousadas.

 

 

vestido florido encarnado.jpg

 

6. A escolha das cores que vestimos tem de estar de acordo com a imagem que queremos passar aos outros .

Se vou ser entrevistada para um emprego devo levar uma coisa sóbria mas com cores claras, alegres, que mostre aos outros que estou de bem com a vida;

Se vou sair à noite posso levar o preto;

Se vou para uma saída romântica escolho o vermelho, de paixão;

Se estou muito bronzeada uso o branco para realçar.

 

foto vestido vermelho.jpg

 

 

7.No verão é de apostar sempre em tons quentes, este ano em padrões floridos, no branco que fica sempre bem e em muitas pulseiras e fios para a praia.

 

vestido flores.jpg

 

8.Outra regra importantissima é não ir a um casamento vestida de branco, porque pode ser sempre confundida com a noiva e isso é um pavor!

 

9.Na dúvida em misturar, ou não, brincos, colares quando o padrão da camisa já é muito florido, a resposta é não misture!

Mais vale menos do que mais!

 

10. Pensar e criar vários conjuntos para vestirmos, sempre que precisamos, dá um trabalho infindo, aconselho pois a fazerem como eu: fotografem cada conjunto e arquivem em pastas.

Sempre que é necessário vai-se lá espreitar, até porque uma pessoa se esquece deles de uns verões para os outros.

 

Consegui inspirar-vos?

Sugiro que leiam o livro da Inês de la Fressange (que adoro) e  que ajuda imenso a perceber estas coisas da moda!

foto livro.jpg

publicado às 23:22

Uma missão impossível!

por Teresa, em 13.01.15

ESQ-18-paul-newman-best-dressed-movie-stars-2013-m

Não percebo nada de roupas de homem.

 

Eu gosto de moda mas prefiro a moda feminina à masculina.

E apesar de não ter muita paciência para, relativamente à minha própria roupa , pesquisar ou imaginar o que é que diz bem com o quê, acho que consigo minimamente conjugar as peças, as cores e as texturas umas com as outras.

 

Não sou nenhuma perita na matéria mas acho que lá me tenho arranjado ao longo das várias etapas da vida.

Às vezes descubro conjuntos que adoro, e que uso 3 ou 4 vezes e depois acontece-me esquecer da conjugação que fiz inicialmente.

Dica para o esquecimento: passei a tirar uma fotografia dos vários conjuntos e arquivo tudo. Não é uma óptima ideia?

De qualquer modo em vez de me por a imaginar acabo por " roubar"o modelo de uma revista que vi ou de uma montra por onde passei, e tento comprar o conjunto já feito.

Agora uma coisa é certa: não percebo nada de roupa de homem!

 

O meu marido no outro dia pediu-me para ver se lhe conseguia encontrar um par de calças de um fato cinzento às riscas, que estava desaparecido!

E até me entregou umas outras e disse -me que as desaparecidas eram muito parecidas com aquelas.

Num primeiro momento pensei que o modelo deixado fosse uma grande ajuda para mim.Mas quando iniciei a busca aquilo pareceu-me uma missão impossível!

Fui ao armário, olhei para os fatos e vi de um lado vários pares de calças de riscas e no outro outros tantos de calças lisas.

Na verdade para mim o mundo dos fatos de homem é simplérrimo: reina a cor cinzenta e depois temos os fatos lisos ou os de riscas.Não consigo ver muitas mais diferenças!

 

Nós mulheres temos várias cores, rendinhas, lacinhos e muito mais...

Olhei atentamente para as calças que tinham riscas e... drama dos dramas, PARECIAM -ME TODAS IGUAIS!!!!Depois vendo mais atentamente havia umas com umas riscas ligeiramente mais largas do que outras ,mas.....EU ESTAVA MESMO CONFUSA!

Fiquei toda contente quando, depois de uma longa busca, pensei ter encontrado as ditas cujas.

Liguei até para o meu marido a dar a novidade! E nem lhe contei das dificuldades por que passei para as encontrar! Fingi que foi a coisa mais fácil do mundo!

Afinal qual o meu espanto quando à noite ele me diz, assim meio irritado, que não eram nada aquelas as calças que procurava!

Como não eram aquelas?!!!! Tinham riscas e tudo!

Virou-se para mim e disse:

-Não se vê logo que estas calças é que têm as riscas iguais às outras, ainda que não tão evidenciadas?!

Sim....sim...via-se logo, então não via Maminka?!!!!

publicado às 17:08


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Comentários recentes

  • Anónimo

    Também li os livros da Anita na minha infancia. Te...

  • Teresa

    Fico contente quando as pessoas gostam do que escr...

  • fashion

    Gostei muito, Parabéns!

  • Chic'Ana

    A taça é nossa!!! =)

  • Teresa

    É mesmo ! eu adoro a ingenuidade destas idades!


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D


Mensagens